Era uma vez uma histórinha…

Terminou como terminam as coisas que não existem
Como um sonho interrompido pelo despertador…
Seco, como deve ser!
Inesperado, como achei que seria!
Não pude te amar. <
Não lamento.
Não choro.
Afinal me pergunto se você existiu ou se foi inventado por mim?
 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s